A monumental Igreja de Santa Engrácia.

A Igreja de Santa Engrácia, mais conhecida por Panteão Nacional, com um programa arquitectónico que à época (1681) se revelou numa novidade no meio nacional e assim permaneceu até aos dias de hoje, foi desde sempre reconhecida como um exemplar único no género.

Projectada pelo mestre pedreiro João Antunes, em 1681, várias vicissitudes prolongaram o seu estado de inacabada por vários séculos, dando lugar à expressão popular "Obras de Santa Engrácia" que significa algo  que nunca mais tem fim.

Em 1956, sob projecto do Arq.º Luís Amoroso Lopes, o então já classificado (1910) Monumento Nacional é sumptuosamente  inaugurado.

Inicialmente projectado para acolher e deslumbrar centenas de fiéis do culto da religião cristã, apresenta-se sob uma  escala, ritmo e proporção de inspiração italiana, com planta centralizada em cruz grega, cujos quatro braços unidos por paredes ondulantes confinam aos ângulos em torreões.

Hoje, acolhe e homenageia figuras importantes da Nação.














Comentários

Mensagens populares deste blogue

O Portugal Fashion arrancou, este fim-de-semana, em Lisboa

A mensagem das andorinhas portuguesas de Rafael Bordalo Pinheiro

CASTELO DE SÃO JORGE - LISBOA