Os primeiros Libretos de Ópera editados pela Impressão Régia. - BIBLIOTECAS HISTÓRICAS - Biblioteca da Imprensa Nacional




Instaurada em 1768 como “Impressão Régia” pelo Alvará de D. José I, a Biblioteca da Imprensa Nacional, era já em 1812 considerada a “grande livraria”, com uma cifra que contava 2845 volumes. Entretanto, o edifício foi demolido para dar lugar à actual Imprensa Nacional. António José de Almeida inaugurou, em 1923, a sala da biblioteca, que recebeu o seu nome, O espaço é circundado por estante idealizadas pelos artistas João Simões e Artur Martins dos Santos.


Entre os seus responsáveis contou-se o escritor João Gaspar Simões. Com um acervo composto por cerca de 20.000 volumes, contínua acessível ao público, que nela procura, maioritariamente, a consulta do Diário da República.


Os primeiros Libretos de Ópera editados pela Impressão Régia.

A obra editorial da Impressão Régia acompanhou o plano cultural do reinado de D. José, nomeadamente, através da tradução e publicação de obras estrangeiras e da edição de libretos de ópera, que refletiam diretamente a cosmovisão da época. (in prelo.incm.pt).




Rua da Escola Politécnica, 135

In Agenda Cultural de Lisboa, Fevereiro de 2016.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O Portugal Fashion arrancou, este fim-de-semana, em Lisboa

A mensagem das andorinhas portuguesas de Rafael Bordalo Pinheiro

CASTELO DE SÃO JORGE - LISBOA