17 Maio – 12ª Missa Motard no Cabo Espichel

 


 
 
 
 

Por volta do ano de 1410, um velho de Alcabideche que, por diversas noites sucessivas, tinha observado uma luz misteriosa sobre o Cabo Espichel, durante um sonho, terá recebido a visita de Nossa Senhora.
 
 
 


Esta ter-lhe-á dito para se dirigir ao local para descobrir uma imagem sua, escondida há muitos séculos, para que todos lhe pudessem prestar o culto.

O velho assim fez e, certo dia, a caminho do Cabo Espichel encontrou uma mulher do sítio da Caparica que também avistara a luz misteriosa e igualmente buscava pela dita imagem.

Decidiram unir esforços e após terem encontrado a imagem, montaram uma pequena capelinha em alecrim para a albergar à vista de todos.

O fervor com que espalharam a notícia no regresso a casa terá originado grandes romarias ao lugar, justificando a necessidade de construir as hospedarias destinadas aos círios processionais.
 






 

Na Igreja, mandada construir por D. Pedro II, existem dez painéis de azulejaria barroca que representam de forma historiada cenas do culto de Nossa Senhora do Cabo Espichel.
 

 

Segundo a lenda, é possível ver no lugar as pegadas da “jumentinha”, na laje conhecida como “Pedra da Mua”, que terá carregado a imagem desde o mar até ao topo do Cabo.    

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Moscatel World adoça a festa da Casa da Cerca, já este fim-de-semana.

O Portugal Fashion arrancou, este fim-de-semana, em Lisboa

CASTELO DE SÃO JORGE - LISBOA