The Guardian aconselha visita à Casa Museu Medeiros e Almeida, em Lisboa

Na última edição do The Guardian é feita uma proposta aos viajantes e amantes de cidades e museus, que nas suas “escapadelas” pelas cidades europeias procurem visitar museus alternativos, ou seja, não contemplados pelos roteiros turísticos.

De entre as dez sugestões feitas, uma delas recai sobre um museu em Lisboa, sabe qual é?

 É a Casa Museu Medeiros e Almeida, em Lisboa (Rua Rosa Araújo, 41).

Os Lugares com Património já tinham falado desta casa e sugerido, em 9 de Abril, a visita à exposição de leques, sob o tema ARMAS DE SEDUÇÃO.







Conhece? De que está á espera?


As restantes sugestões são: Museu Kampa (Praga), Museu das Malas e Carteiras (Amesterdão), Museu Zadkine (Paris), CaixaForum (Madrid), Museu Vasarely, (Budapeste), Centrale Montemartini (Roma), Museu Hofmobiliendepot Möbel, (Viena), Museu Karykatury, (Varsóvia), Designpanoptikum (Berlim).



A FUNDAÇÃO

A Fundação Medeiros e Almeida foi criada em 1973, com o nome do fundador, António de Medeiros e Almeida (1895-1986) o qual doou ao seu país a casa - que habitou durante 30 anos - e a coleção de obras de arte adquirida ao longo da sua vida.

A Fundação tem como objetivo o estudo, a conservação e a divulgação do seu acervo. A Fundação tem no seu acervo, coleções de Relógios, Porcelanas da China, Pintura, Mobiliário, Ourivesaria, Joalharia, Arte Sacra, Escultura e Têxteis.




A CASA-MUSEU - O Edifício

Mandado construir em 1896 por um advogado lisboeta Augusto Vítor dos Santos, a obra fica a cargo do construtor Manuel Correia Júnior. O edifício permanece na família até 1921, ano em que é vendida a Eduardo Guedes de Sousa.

Dois anos mais tarde o proprietário manda acrescentar os dois últimos andares de mansarda, segundo um projecto do arquitecto Carlos Rebelo de Andrade.

Em 1927 é vendida ao Estado do Vaticano, para aí se instalar a Nunciatura Apostólica, representada por Monsenhor Pedro Ciriaci, Arcebispo de Tarso.

Em 1943 é adquirida por António Medeiros e Almeida, que, após obras de remodelação, a transforma na sua habitação mudando-se em 1947.

No início da década de setenta, ao decidir deixar uma Casa-Museu ao seu País, Medeiros e Almeida amplia a casa destruindo para isso o jardim, de modo a poder albergar toda a sua coleção de artes decorativas.

O casal muda-se então para uma casa ao lado que entretanto adquire e onde habita até ao fim da vida.



A COLECÇÃO

Paralelamente à vida profissional, António de Medeiros e Almeida (1895-1986) dedicou-se com paixão a reunir um vasto e precioso conjunto de obras de arte. O seu acervo reflecte um gosto ecléctico e cosmopolita.

Em 1972 criou a Fundação Medeiros e Almeida, transformando a casa onde viveu durante 30 anos em Casa-Museu, permitindo ao público a fruição da sua colecção.

A colecção ajusta-se ao ambiente da Casa e é direccionada para uma vivência pessoal e social, sempre dirigida por um critério de excelência e com uma incursão privilegiada em algumas áreas específicas como os relógios e a porcelana da China.

A sofisticação e apuro técnico estão presentes nas peças de relojoaria francesa, inglesa e suíça, salientando-se o relógio inglês, de noite do século XVII, com iluminação interior por candeia de azeite, que pertenceu à rainha Catarina de Bragança, mulher de Carlos II de Inglaterra, um relógio monumental de mesa vienense em cristal de rocha, prata e lápis-lazúli, uma ampulheta, de Augsburg, datada de 1660 e assinada por Michael Schödelock, em âmbar e marfim, e ainda cerca de 25 relógios Breguet, uma das mais famosas casas relojoeiras do mundo.

António de Medeiros e Almeida atingiu o auge da sua carreira profissional no pós-guerra, o que lhe permitiu adquirir nas mais afamadas casas leiloeiras europeias e antiquários e reunir uma invejável colecção de arte, tornando-se uma figura importante e reconhecida no mercado de arte europeu.




VISITA GUIADA À CASA-MUSEU

- As VISITAS GUIADAS à Casa-Museu requerem marcação prévia para o telefone 21 354 78 92 ou para o email: info@casa-museumedeirosealmeida.pt;

- O grupo deverá ser composto por, no mínimo 6 pax (adultos ou crianças a partir dos 16 anos) e no máximo 25 pax, sendo idealmente de 20 pax*;

- A partir de 25 pax serão formados dois grupos;

- A visita tem a duração média de duas horas;

- As visitas podem ser feitas nos seguintes idiomas:
  Português, Francês, Inglês e Espanhol; 

- Não se realizam visitas guiadas aos sábados de manhã nem aos domingos e feriados;  

PREÇOS:

§  Visita guiada - horário normal: 6 € POR PESSOA (2ª feira a sábado das 13.00h às 17.30h);
§  Visita guiada - fora do horário: 9 € POR PESSOA (manhã/fim de tarde, de 2ª feira a 6ª feira). A possibilidade destas visitas será ponderada caso a caso; 
§  As instituições carenciadas poderão solicitar redução de preço ou gratuitidade aquando da marcação da visita. O pedido é sujeito a aprovação por parte da Diretora da Casa-Museu. 

*A razão destes números prende-se com a exiguidade de alguns espaços da Casa-Museu e o facto de o grupo se dispersar mais facilmente quando é grande, dificultando o trabalho da guia e a atenção por parte dos participantes.

*Incluindo crianças a partir dos 16 anos
  
- OFERTA VISITAS GRATUITAS -


 'A PAUSA DO MÊS'


§  O programa 'A Pausa do Mês' compõe-se de visitas guiadas a uma peça, conjunto de peças ou tema;
§  2ª e 4ª quintas-feiras do mês - 13.30h;
§  C. 20 minutos;
§  GRATUITO
§  Sem necessidade de reserva;
§  Limitada ao máximo de 20 participantes admitidos por ordem de chegada;
§  Comparência no átrio da Casa-Museu (Rua Rosa Araújo, 41), 10 minutos antes



***

'SÁBADOS NO MUSEU'


§  As visitas realizam-se no 1º e no 3º sábado de cada mês;
§  As visitas têm a duração de 1 hora - das 12h às 13h;
§  GRATUITO;
§  Limitada ao máximo de 20 participantes por visita;
§  A reserva não é permitida. As admissões são feitas presencialmente, por ordem de chegada;
§  Comparência no átrio de entrada da Casa-Museu (Rua Rosa Araújo, 41), 10 minutos antes para inscrição






************

VISITAS GUIADAS - SALA DOS LEQUES


Com o intuito de dar a conhecer a nossa nova Sala dos Leques e de apresentar a exposição nela patente – “ARMAS DE SEDUÇÃO - Leques Europeus dos séculos XVIII ao XX” -, a Casa-Museu Medeiros e Almeida disponibiliza visitas guiadas em exclusivo a este espaço.

§  O grupo deverá ser composto por, no mínimo 4 pessoas (adultos ou crianças a partir dos 16 anos) e no máximo por 10 pessoas. 
§  A visita tem a duração média de 30 minutos e poderá ser feita, sob pedido prévio, nos seguintes idiomas: Português, Francês, Inglês e Espanhol. 
§  Estas visitas requerem marcação prévia para o telefone 21 354 78 92 ou para o correio eletrónico: mailto:info@casa-museumedeirosealmeida.pt;

PREÇOS:
2ª feira a sábado - 13h / 17.30h : 3€ por pessoa;

2ª feira a 6ª feira - 9h/13h - 17.30h/20h: 5€ por pessoa
(Estas visitas estão sujeitas a pré-aprovação)

Nota: Não se realizam visitas guiadas aos sábados de manhã, aos domingos e aos feriados;





CEDÊNCIA DE ESPAÇOS

Disponibilização de algumas salas da Casa-Museu para eventos:
Conheça as nossas condições:

§  Festas;
§  Cocktails;
§  Pequenos-almoços / Almoços / Jantares;
§  Reuniões e Conferências;
§  Colóquios e Seminários; 
§  Exemplos: Sala do Lago (1º andar), Sala das Tapeçarias (1º andar)

Horários para a realização dos eventos:

§  De 2ª feira a 6ª feira entre as 07h00 e as 12h00 e a partir das 17h30

§  Sábados a partir das 17h30

§  Domingos, todo o dia

Nota: Podem ser requisitadas visitas guiadas para os eventos


CONTACTOS: 213 547 892 ou info@casa-museumedeirosealmeida.pt







Comentários

Mensagens populares deste blogue

O Portugal Fashion arrancou, este fim-de-semana, em Lisboa

A mensagem das andorinhas portuguesas de Rafael Bordalo Pinheiro

CASTELO DE SÃO JORGE - LISBOA