Snob Bar há mais de 50 anos a conspirar à porta fechada! - Bares Clássicos de Lisboa


 Há mais de cinquenta anos que Paulo Guilherme d’Eça Leal, colaborador, como ilustrador e escritor, em quase todos os jornais de Lisboa, olhava para aquela antiga latoaria no Bairro Alto com olhos de cobiça.

Assim que pode transformou-a num local acolhedor para si e para os seus “camaradas” de profissão, os inúmeros jornalistas que do bairro faziam a sua segunda casa.

A casa passou a ser quase um ritual de iniciação à profissão, “não se era jornalista sem conhecer o Snob e saborear o seu famoso bife após o fecho da edição.

Bom, a iniciação já era, mas o bife e as refeições tardias mantém-se!


Albino Oliveira, que trabalha na casa desde 1974, junto com o seu irmão, Adriano de Oliveira, tomaram conta do destino da casa a partir de 1990, mantendo-lhe aquele ambiente conspirador de bar-restaurante de porta fechada com acesso controlado.



O bar, à esquerda de quem desce no início da Rua do Século, em Lisboa, a dois passos do Príncipe Real e nas imediações do Tribunal Constitucional, do Parlamento e da residência oficial do primeiro-ministro, celebra 50 anos de vida.



Na fundação, em 16 de novembro de 1964, foi inovador. Já havia bares de porta fechada, mas mais ou menos ancorados na prostituição. O Snob nunca foi por aí. E sobreviveu a tudo, inclusivamente à ASAE.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Moscatel World adoça a festa da Casa da Cerca, já este fim-de-semana.

O Portugal Fashion arrancou, este fim-de-semana, em Lisboa

CASTELO DE SÃO JORGE - LISBOA